Krasnodar-RUS e Basel-SUI se enfrentaram nesta quinta-feira (28), no Estádio Krasnodar, em jogo válido pela penúltima rodada da fase de grupos da Liga Europa. Com um gol do atacante brasileiro naturalizado russo Ari, os donos da casa bateram os suíços por 1 a 0, resultado que mantém o time russo com chances de classificação às oitavas de final da competição.

Mesmo criando boas chances e com um primeiro tempo de pressão do time do Krasnodar, foi apenas na segunda etapa que os Bulls conseguiram abrir o marcador. Aos 27 minutos, Ari recebeu belo passe da direita, entrou na área e foi derrubado. Pênalti assinalado que ele mesmo bateu e converteu no famoso estilo bola de um lado, goleiro do outro. Foi o segundo gol do brasileiro em quatro partidas no campeonato.

“Sabíamos que o único resultado que nos interessava era a vitória. Entramos muito concentrados, marcando a saída de bola deles e criando jogadas. Não poderíamos deixar escapar esses três pontos, ainda mais jogando diante de nosso torcedor. Fico muito feliz em poder retribuir todo o apoio deles com mais um gol, e espero que possamos caminhar ainda mais longe nessa competição para continuar dando mais alegria para eles”, diz Ari.

Na comemoração do seu gol, o atacante se empolgou e acabou tirando a camisa (Divulgação)

Com a vitória, o Krasnodar agora ocupa a terceira colocação no Grupo C com nove pontos, mesma pontuação do segundo colocado, Getafe-ESP, próximo adversário da equipe russa, em partida que será disputada no dia 12 de dezembro, na Espanha. Já o Basel, líder da chave com 10 pontos, recebe o já eliminado Trabzonspor-TUR, precisando apenas de um empate para prosseguir na competição europeia.

Para o jogo decisivo, porém, os Bulls não poderão contar com seu artilheiro, já que Ari foi expulso nos minutos finais da partida desta tarde. O atacante, que já tinha levado um cartão amarelo após comemorar o gol de seu time tirando a camisa, recebeu o segundo, e consequentemente o vermelho, após revidar uma provocação do zagueiro adversário.

“Fico chateado pois não poderei estar em campo na última partida. O jogo estava quase acabando e eu só fui pedir para que nosso torcedor cantasse mais alto. Não entendi porque o jogador deles se ofendeu. Não era a intenção provocá-los. Ele entendeu mal e veio me empurrar, e aí, no calor do momento, acabei revidando. Peço desculpas ao nosso torcedor e a toda equipe. Mas tenho certeza que poderemos voltar da Espanha classificados”, completa o jogador.

O Krasnodar volta a campo na próxima segunda-feira (02), às 13h30 (horário de Brasília), em casa, diante do Tambov, pela 18ª rodada do Campeonato Russo, onde ocupa a quarta colocação, seis pontos atrás do líder Zenit.