Com algumas novidades, o treinador da seleção brasileira convocou hoje (19), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, os jogadores que atuarão contra Argentina e Austrália, nos dias 9 e 13 de junho, respectivamente.

Com o goleiro Diego Alves, os zagueiros David Luiz e Jemerson; os laterais Alex Sandro e Rafinha; e o meia Rodriguinho, Tite disse que agora é um momento de planejamento e preparação para a Copa do Mundo e completou que não existe amistoso contra a Argentina.

“Quando nos classificamos, nos reunimos e falamos: ‘temos que pegar o tempo e potencializar esse tempo, que nos prepare para estar mais fortes no dia a dia e na Copa do Mundo’. Não adianta relaxar e achar que está legal. Não tem jogo amistoso contra a Argentina. Clássico é um campeonato à parte, não adianta querer falar diferente. Sem hipocrisias”, acrescentou o comandante.

Tite na época em que foi apresentado para comandar a seleção (Lucas Figueredo / Mowa)

Sobre as novidades, ele disse que sempre busca observar o momento em que o atleta está e explica sobre a convocação do zagueiro David Luiz, bastante criticado após a derrota para a Alemanha na Copa do Brasil.

“Eu procuro observar o momento dos atletas. Eu coloco que o David Luiz é versátil. Deve ter mais de 20 jogos como meio campistas. Ele tem essa versatilidade na primeira função ou mais atrasado. Foi campeão inglês, em alto nível, merece estar nesta convocação. Ele tem 56 jogos pela Seleção e vive um grande momento, portanto é oportuno”, comentou.

Rafinha, lateral-direito que atua pelo Bayern de Munique, tinha dito que não jogava mais pela seleção brasileira no passado, mas mesmo assim foi convocado. Tite, na coletiva, disse que ligou para o jogador antes de anunciar a sua convocação.

“Houve um mal entendido com relação à situação anterior. Ele disse: ‘gostaria sim, é meu objetivo pessoal’. Aliás, como outros que não foram convocados me colocaram que queria estar junto. Que bom que tem esse sentimento. E é bom que os torcedores saibam que os atletas de férias gostariam de estar aqui para jogar”, explicou ele.

O treinador também comentou sobre a sua ansiedade em estrear a frente da seleção na maior competição de nações do mundo.

“Quando eu fico pensando isso, a perna começa a tremer e eu penso ‘ainda falta um ano, vai construir tua equipe’. Eu tento me reinventar, entro na cabeça dos técnicos, vou ver mais jogos, ver os lances de cada atleta. E me deixa com medo, mas olho para trás e digo ‘me preparei para isso aí’. E aí consigo me acalmar um pouquinho e estabeleço o foco na preparação”, finalizou Tite que terá pela frente a Argentina e Austrália como adversários no estádio Melbourne Cricket Ground, na Austrália.

Confira a lista de convocados abaixo:

GOLEIROS:
Diego Alves (Valencia)
Weverton (Atlético-PR)
Ederson (Benfica)

DEFENSORES:
David Luiz (Chelsea)
Gil (Shandong Luneng)
Jemerson (Monaco)
Rodrigo Caio (São Paulo)
Thiago Silva (PSG)
Alex Sandro (Juventus)
Fagner (Corinthians)
Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Rafinha (Bayern de Munique)

MEIO-CAMPISTAS:
Fernandinho (Manchester City)
Giuliano (Zenit)
Lucas Lima (Santos)
Paulinho (Guangzhou Evergrande)
Philippe Coutinho (Liverpool)
Renato Augusto (Beijing Guoan)
Rodriguinho (Corinthians)
Willian (Chelsea)

ATACANTES:
Diego Souza (Atlético-PR)
Douglas Costa (Bayern de Munique)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Taison (Shakhtar Donetsk)