A seleção brasileira ainda terá dois compromissos antes do fim de 2014 e o técnico Dunga anunciou nesta quinta-feira os jogadores que farão parte da equipe que entrará em campo diante da Turquia, no dia 12 de novembro, e Áustria, no dia 18.

A convocação trouxe alguns nomes que acreditava que mereciam ser lembrados antes e, quem sabe, até para a Copa do Mundo como é o caso do Lucas. Contudo, é preciso ver como o Dunga vai colocar o time para jogar e quais ou como serão as oportunidades que os jogadores lembrados na convocação receberão.

Confira abaixo a lista:

GOLEIROS

Rafael Cabral – Napoli
Neto – Fiorentina
Diego Alves – Valência

ZAGUEIROS

David Luiz – PSG
Marquinhos – PSG
Thiago Silva – PSG
Miranda – Atlético de Madrid

LATERAIS

Mario Fernandes – CSKA Moscou
Alex Sandro – Porto
Filipe Luís – Chelsea
Danilo – Porto

VOLANTES

Luiz Gustavo – Wolfsburg
Rômulo – Spartak Moscou
Fernandinho – Manchester City
Casemiro – Porto

MEIAS

Oscar – Chelsea
Philippe Coutinho – Liverpool
Firmino – Hoffenheim
Willian – Chelsea

ATACANTES

Neymar – Barcelona
Lucas – PSG
Luiz Adriano – Shaktar Donetsk
Douglas Costa – Shaktar Donetsk

Se os jogadores que atuam no futebol brasileiro pudessem ser convocados teríamos outros bons nomes, porém, como a Copa do Brasil estará na sua reta final, o técnico Dunga achou por bem evitar maiores complicações e listou apenas os atletas que atuam no futebol europeu.

Aliás, um nome que gerou vários e vários comentários por parte de alguns jornalistas é o do meia Roberto Firmino, atleta do Hoffenheim. O fato é que muitas pessoas acabam se atendo apenas ao Bayern de Munique ao assistir a Bundesliga e/ou acabam nem tendo tanto acesso ao campeonato alemão, porém, é importante lembrar que os maiores clubes do mundo estão de olho nele e ele chega na seleção com as melhores credenciais possíveis.

Citei no começo do texto o fato da convocação do Lucas e acho totalmente justa. Se ele passou por um momento irregular no PSG, hoje ele está conseguindo mostrar uma consistência melhor e um nível de atuação que deve garantir a sua permanência nas próximas convocações. É importante que ele consiga usar esses amistosos para chamar a atenção da comissão técnica.

Por fim, falando do Luiz Adriano, trata-se de um jogador sem tanta mídia e que também não é nenhum reduto das melhores qualidades técnicas que um jogador pode ter, mas trata-se de um jogador que consegue fazer bem aquilo que lhe é proposto, ou seja, fazer gols. A última partida do Shakthar, diante do BATE Borisov mostrou isso, afinal, foram nada menos que cinco gols numa mesma partida.

* Observação: Quando a CBF faz algo de errado devemos falar e é algo que vem acontecendo cada vez mais, porém, a iniciativa de convidar ex-jogadores da seleção para acompanhar a delegação nos amistosos é uma ideia simplesmente brilhante.

Se no último jogo o atleta lembrado foi o Edu, ex-Santos, dessa vez o convocado foi o zagueiro Oscar Bernardi, ex-São Paulo.